Policial é investigado por comandar esquema de agiotagem no Ceará

O policial penal foi denunciado pelo Ministério Público Estadual. O processo tramita em segredo de Justiça

Escrito por Redação, seguranca@svm.com.br

Segurança
policial penal agente
Legenda: Testemunhas confirmaram às autoridades ter procurado o policial com o objetivo de obter empréstimo de dinheiro.
Foto: Natinho Rodrigues

Um policial penal é investigado por praticar agiotagem no Ceará. Conforme a Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública (CGD), o agente é suspeito de cometer o crime de usura, com agravante de lavagem de dinheiro. O servidor, de nome preservado, foi denunciado pelo Ministério Público do Ceará (MPCE), por meio do Núcleo de Investigação Criminal (Nuinc).

Na última terça-feira (17), a CGD divulgou no Diário Oficial do Ceará que o policial teria realizado transações financeiras "que não condizem com a renda auferida pelo exercício das funções de policial penal". A partir da quebra do sigilo bancário dele, autorizada pelo Poder Judiciário, a investigação apontou a existência de diversos depósitos bancários realizados em valores e períodos diferentes em sua conta pessoal.

Consta na publicação que a situação demonstrou que o servidor "fazia empréstimos com cobrança de juros com habitualidade". Testemunhas confirmaram às autoridades ter procurado o policial com o objetivo de obter empréstimo de dinheiro.

Em troca, os valores eram pagos com um percentual de juros ajustado conforme exigência do agente.

A Controladoria instaurou processo administrativo-disciplinar para apurar a conduta do policial. O processo contra ele segue em andamento na Justiça.

 

 

Assuntos Relacionados