Mulher usa guarda-chuva para se defender e mata suspeito de importunação sexual em Sobral

Vítima foi conduzida à delegacia do município e afirmou que usou o objeto para se defender

Escrito por Redação,

Segurança
Guarda-chuva
Legenda: Autoridades devem abrir um inquérito para apurar o caso
Foto: reprodução

Uma mulher de 25 anos usou um guarda-chuva para se defender de um homem, após ter sido vítima de agressões e importunação sexual, nesse sábado (4), em Sobral. O suspeito foi atingido pelo objeto e morreu. 

Segundo a Secretaria de Segurança e Defesa Social (SSPDS), a jovem foi conduzida à delegacia do município e alegou ter usado o guarda-chuva para se defender do homem.

No relato aos investigadores, a vítima disse que estava caminhando pela Rua Cel. Diogo Gomes, no bairro Centro, quando foi abordada pelo suspeito. Na ocasião, ao se defender, ela o teria atingido com o objeto.   

Ferido, o homem foi encaminhado para a Santa Casa de Misericórdia de Sobral, mas não resistiu. Segundo a unidade hospitalar, o paciente deu entrada às 18h28 com uma perfuração na região do fêmur, vindo a óbito minutos depois devido a uma parada cardiorrespiratória pós-traumática. 

A Polícia Militar do Ceará (PMCE) foi acionada e colheu as primeiras informações sobre a ocorrência. O homem que morreu já tinha antecedentes por ameaça, danos e injúria.

A mulher foi conduzida para a Delegacia Municipal de Sobral, onde foi instaurado um inquérito policial por portaria, posteriormente transferido para o Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa (NHPP), da Delegacia Regional de Sobral, que ficará a cargo das investigações, conforme a SSPDS.

Antes de ir, que tal se atualizar com as notícias mais importantes do dia? Acesse o Telegram do DN e acompanhe o que está acontecendo no Brasil e no mundo com apenas um clique: https://t.me/diario_do_nordeste

Assuntos Relacionados