Mulher morre prensada entre ônibus e grades do Terminal do Siqueira, em Fortaleza

Caso aconteceu na tarde deste sábado (21). Óbito foi confirmado pelo Corpo de Bombeiros

Escrito por Redação,

Segurança
Ônibus atravessam o Terminal do Papicu, em Fortaleza. Ao fundo, uma ambulância do Samu.
Legenda: Mulher ficou presa entre o ônibus e as grades do Terminal do Siqueira.
Foto: Carlos Marlon

Uma mulher de 20 anos de idade morreu na tarde deste sábado (21), no Terminal do Siqueira, em Fortaleza, após ser "prensada" contra as grades por um ônibus na entrada do equipamento. A morte foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros.

O caso ocorreu por volta das 15h. O veículo fazia a linha 052 (Grande Circular 2). Usuários do terminal disseram ao Diário do Nordeste que situações de risco semelhantes são recorrentes e reclamaram de não haver fiscalização efetiva para impedir a passagem de pedestres por áreas que são de circulação restrita de veículos pesados.

Tentativa de resgate

Segundo nota da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda tentaram desprender e salvar a mulher, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Pouco depois, peritos recolheram o corpo da vítima.

Em vídeos que circulam no WhatsApp, também é possível ver agentes da Guarda Municipal na área, que foi isolada por fitas e cones.

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) lamentou, por nota, o ocorrido e informou que "está colaborando para a apuração dos fatos". Ainda segundo o órgão, "imagens do circuito interno de videomonitoramento serão disponibilizadas para a perícia".

'Condolências'

Também em nota enviada à reportagem, o Sindiônibus disse que lamenta o ocorrido e "presta condolências à família da vítima".

"A entidade informa que está à disposição para colaborar com o caso e prestar quaisquer esclarecimentos, e que irá aguardar o resultado da perícia", continuou o comunicado.