Mestre de capoeira condenado por estuprar criança é preso dentro de um bar no Interior do Ceará

A prisão aconteceu nesta quarta-feira (11), por policiais civis. O homem já tinha sido condenado por estupro de vulnerável

Escrito por Emanoela Campelo de Melo, emanoela.campelo@svm.com.br

Segurança
pcce viatura
Legenda: A Polícia Civil do Ceará divulgou que o homem foi localizado dentro de um bar, que estava desativado
Foto: Divulgação/SSPDS

Um mestre de capoeira de 55 anos foi preso nesta quarta-feira (11), no Interior do Ceará. O homem, identificado como Mestre Luís, é acusado por estupro de vulnerável. A prisão aconteceu na Comunidade de São Francisco, zona rural de Pedra Branca.

A Polícia Civil do Ceará divulgou que o homem foi localizado dentro de um bar, que estava desativado. Contra Luís havia um mandado de prisão em aberto, expedido desde março deste ano. A informação é que ele estuprou uma vítima pelo período de seis anos.

Em 2016 foi instaurado inquérito policial, quando a ocorrência foi registrada. "À época dos fatos, a PC-CE descobriu que o condenado estuprou a vítima, uma jovem de 16 anos, quando era professor de capoeira. Os abusos teriam começado quando a vítima tinha dez anos. O crime foi registrado no bairro Barra do Ceará, na AIS 08 de Fortaleza", disse a Polícia.

"O homem possuía um grupo de capoeira na região e ensinava crianças e adolescentes. Por ser próximo da mãe da vítima, ele não levantou suspeitas. Quando a vítima deixou de morar com a mãe e passou a conviver com os avós, ela teve coragem de contar sobre o crime. A partir da denúncia na delegacia especializada foi possível cessar o crime e colher elementos suficientes que resultaram na condenação do homem por 34 anos de prisão"
PCCE

Participaram da captura agentes dos Departamentos de Polícia Judiciária Especializada (DPJE) e de Polícia Judiciária do Interior Sul (DPJI – SUL). O acusado morava na zona rural de Pedra Branca há quase um ano e agora está à disposição do Poder Judiciário.  

No momento da abordagem, ele não resistiu à prisão.

OUTROS CASOS

Em 2021, foram divulgados outros casos envolvendo mestres de capoeira sob suspeita de estupro. Parte dos envolvidos integrava o grupo de capoeira Cordão de Ouro. Eles passaram a ser investigados pelo Ministério Público do Ceará (MPCE) sob suspeita de cometerem crimes sexuais contra dezenas de jovens, no Ceará e em outros Estados.

Outra ocorrência foi na Região do Cariri. Pais denunciaram à Polícia Civil que crianças, em Barbalha, alunas de um mestre de capoeira, foram estupradas.