Mercadorias contrabandeadas apreendidas pela Receita Federal desaparecem do Porto do Mucuripe

Sumiram 12 contêineres da zona de alfândega do Porto do Mucuripe

Visão geral do Porto do Mucuripe
Legenda: O material que desapareceu seria doado à Prefeitura de Fortaleza
Foto: Thiago Gadelha

Mercadorias supostamente contrabandeadas apreendidas pela Receita Federal (RF) sumiram da zona de alfândega do Porto do Mucuripe, em Fortaleza. Descoberto nessa quarta-feira (22), o caso agora é investigado pela Polícia Federal (PF). Ao todo, desapareceram 12 contêineres com os produtos ainda não identificados. As informações são do G1 Ceará

Neste local, ocorre armazenamento e a fiscalização de entrada e saída de cargas pelo órgão. Conforme apuração do portal, os produtos seriam doados à Prefeitura de Fortaleza. A Companhia Docas do Ceará (CDC) não deu mais detalhes sobre o caso.

Em nota, a administradora do terminal afirmou que colabora com as entidades para que todos os fatos sejam esclarecidos.  “Diante disto, outras informações podem interferir e/ou prejudicar o andamento das investigações”, explicou a CDC.  

A PF informou que não se manifesta sobre investigações em curso.

Os contêineres eram alugados pela Hand Line Transportes Internacionais, de São Paulo. Segundo a empresa informou ao G1, cada estrutura é avaliada em R$ 18 mil, totalizando prejuízo de R$ 216 mil. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança