Falso entregador por aplicativo é morto ao realizar série de assaltos com moto roubada em Fortaleza

Uma terceira pessoa, que não foi identificada, teria visto ele e um suposto comparsa praticando os delitos, os perseguiu e atirou contra o garupeiro

Polícia Militar
Legenda: O suposto comparsa, que seria o condutor da moto, teria fugido a pé, segundo as testemunhas
Foto: Rafaela Duarte

Um falso entregador de uma empresa que presta serviço de delivery por aplicativo foi morto com um tiro na cabeça, na noite desta terça-feira (17), na Avenida Catolé, no bairro Conjunto Palmeiras, em Fortaleza. De acordo com a Polícia Militar, ele era suspeito de realizar uma série de assaltos com uma moto roubada na região.

Testemunhas relataram aos policiais militares que ele (o nome e a idade não foram revelados) agia com um comparsa, e os dois usavam fardas e uma bolsa térmica da empresa nas ações criminosas, que estavam acontecendo desde o último fim de semana.

Ainda conforme os moradores, uma terceira pessoa, que não foi identificada, teria visto a dupla praticando os delitos, a perseguiu e atirou contra o garupeiro, que foi atingido na cabeça e morreu no local.

Investigação

O suposto condutor da moto, que realizava a série de assaltos com o que foi morto, teria fugido a pé, segundo as testemunhas. A Polícia Militar, no entanto, explicou que só tinha a informação de um envolvido. A versão deverá ser investigada pela Polícia Civil.

Equipes da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) e do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foram acionadas para apurar o caso e, assim, chegar à pessoa que efetuou os disparos.

O Diário do Nordeste entrou em contato com a Secretaria da Segurança Pública para saber mais detalhes do ocorrido e aguarda resposta. Esta matéria será atualizada quando a pasta enviar o posicionamento.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança