Ceará tem média de 33 roubos e furtos de veículos por dia; carros populares são alvos preferidos

O Sindicato das Seguradoras do Norte e Nordeste afirma que Fortaleza figura entre as 10 cidades com maior quantidade de veículos roubados/furtados neste ano

roubo carro furto
Legenda: Em 2021, pelo menos 5.383 veículos foram roubados no Ceará
Foto: Reprodução/SSPDS

O Ceará vem registrando redução no número de roubos e furtos de veículos se comparado aos anos anteriores. No entanto, conforme dados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), por dia, uma média de 33 carros ou motos são alvos de crimes no Estado. Só em 2021, até o último mês de setembro, foram quase nove mil veículos roubados ou furtados.

Historicamente, os bens móveis preferidos pelos criminosos são carros do tipo popular, com uma maior quantidade rodando nas ruas. Nos assaltos, eles tendem a se despistar mais facilmente, sem características específicas que chamem a atenção. Já se a finalidade for o desmanche, os alvos prediletos passam a ser veículos luxuosos, com valor das peças mais altos, explica o delegado titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), Pedro Viana.

O policial afirma que há intensificação nas investigações monitorando indivíduos que reconhecidamente são envolvidos em crimes como roubos, furtos, falsificação de documentos e adulteração de veículos. De acordo com Pedro Viana, o reforço na fiscalização e o estudo das manchas criminais que intensifica o policiamento ostensivo e direciona o contingente de forma inteligente interfere para um resultado positivo.

Com base no levantamento da SSPDS, a queda no índice de ocorrências de roubos de veículos no Ceará neste ano é de quase 12%, e o de furtos em torno de 7%. Os meses com mais casos, respectivamente, são março e janeiro.

A DRFVC tem um trabalho de fiscalização constante em oficinas, sucatas que revendem peças"
Pedro Viana
Delegado

CATEGORIAS VISADAS

O representante do Sindicato das Seguradoras do Norte e Nordeste (SindSeg-N/NE) no Ceará, Marcelo Amanajás, afirma que as categorias mais visadas para roubos no Estado são automóveis de passeio e pick-ups e motocicletas de baixas cilindradas. Segundo Marcelo, estes veículos costumam ser utilizados na prática de assaltos e outros crimes e em seguida abandonados destruídos parcial ou totalmente.

O Sindicato afirma que, com base em relatório disponibilizado pela Federação Nacional de Seguros Gerais, o Ceará é o 11º Estado do País com mais carros roubados em 2021. Já quando a análise é direcionada às grandes capitais, o levantamento indica que Fortaleza figura entre as 10 cidades com maior quantidade de veículos roubados/furtados neste ano, ficando atrás somente de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e superando outras capitais do Nordeste como Salvador e Recife. 

"Um ponto muito importante é que a taxa de recuperação de veículos em nossa Capital é a melhor entre as cidades analisadas, com resultados de 69% de recuperação, fruto do forte trabalho dos órgãos de Segurança Pública do estado", analisa Marcelo acrescentando que apenas 30% dos veículos têm seguro em Fortaleza atualmente. 

16.507 veículos recuperados
Conforme a Secretaria da Segurança Pública, 16.507 veículos foram recuperados no Ceará em menos de três anos.

Spia
Legenda: Conforme a Secretaria da Segurança Pública, 16.507 veículos foram recuperados no Ceará em menos de três anos
Foto: Camila Lima

COMO PROCEDER

O delegado titular da DRFVC indica que o cidadão precisa se cercar de alguns cuidados para evitar ser vítima. No caso específico do furto, se for à noite, é importante procurar ao estacionar em local de boa iluminação, com movimento e próximo a algum comércio, se houver.

Já para evitar ser vítima de roubos, os populares não devem ficar muito tempo parado em frente a uma residência usando celular e evitar a demora ao entrar e sair de casa. 

"Se mesmo com os cuidados acontecer, lembre de acionar rapidamente o 190, anotar horário e o endereço exato e ainda saber se na vizinhança tem câmera de segurança que possa ter filmado. É extremamente importante a ligação inicial para a PM, porque com isso a placa do veículo entra no cadastro e todas as viaturas tomam ciência do crime", pontuou Pedro Viana.

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança

Assuntos Relacionados