113 baterias furtadas de empresa de telefonia são apreendidas pela Polícia Civil

Investigações apontam que um funcionário do empreendimento seria o responsável pelo furto dos equipamentos

Escrito por Redação,

Segurança
Baterias apreendidas pela Polícia Civil dispostas em uma delegacia
Legenda: O suspeito instalava e chegava a fotografar a bateria nova no sítio e, em um segundo momento, trocava-a por uma antiga
Foto: divulgação/SSPDS

Quatro baterias de lítio e 109 estacionárias foram apreendidas, na segunda-feira (27), pela Polícia Civil no bairro Vicente Pinzón, em Fortaleza. Segundo as investigações, um funcionário de uma empresa de telefonia e internet seria o responsável pelo furto dos equipamentos. 

Durante a instalação dos objetos, o técnico verificava se a fonte de alimentação de energia das antenas apresentava alguma instabilidade. Caso sim, o suspeito instalava e chegava a fotografar a bateria nova no sítio e, em um segundo momento, trocava-a por uma antiga, conforme detalhou a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). 

O furto não chamava a atenção do empreendimento, pois o funcionário calculava, com precisão, o número de baterias que deveriam ser trocadas para que o fornecimento de energia não fosse debilitado. No entanto, ao utilizar baterias usadas ele prejudicava os usuários dos sinais 3G, 4G e 5G da empresa, que recebiam uma conexão de qualidade inferior àquela contratada.

Ainda segundo as investigações, os objetos furtados eram repassados a um segundo suspeito, responsável pela venda do equipamento através da internet. Segundo a SSPDS, foi o comércio das baterias estacionárias que lançou o alerta para a equipe da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos Cargas (DRFVC). A ação da equipe policial também apreendeu dois aparelhos celulares e 40 notas fiscais.

O material apreendido pela ofensiva foi conduzido à DRFVC e restituído à empresa de telefonia e internet. Agora, a unidade especializada da Polícia Civil apura as informações colhidas em celulares e nas notas fiscais e conduz oitivas e diligências no intuito de elucidar o caso e prender os suspeitos envolvidos com o crime.

Denúncias

A população pode contribuir com os trabalhos policiais repassando informações que auxiliem na localização de pessoas envolvidas nesse tipo de ocorrência. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou ainda pelo telefone (85) 3101-2489, da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC). O sigilo e o anonimato são garantidos.

Antes de ir, que tal se atualizar com as notícias mais importantes do dia? Acesse o Telegram do DN e acompanhe o que está acontecendo no Brasil e no mundo com apenas um clique: https://t.me/diario_do_nordeste