Para reduzir transtornos, TRE distribuirá 3 mil senhas de atendimento em mutirão neste domingo (17)

Justiça Eleitoral anunciou a medida após intensa procura de eleitores pelo cadastro biométrico neste sábado (16). Em cinco dias de força-tarefa, já são 26 mil atendimentos

Escrito por Redação,

Política
Legenda: Até o fim da tarde deste sábado (16), mais de cinco mil pessoas haviam feito o cadastro biométrico no Centro de Eventos
Foto: Foto: Nilton Alves

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) anunciou, na noite deste sábado (16), que limitará o atendimento no mutirão de cadastramento biométrico, neste domingo (17), à distribuição de três mil senhas. A medida pretende reduzir transtornos aos eleitores, de acordo com o órgão. O mutirão acontece das 8h ao meio-dia, no Centro de Eventos do Ceará, no bairro Edson Queiroz. Na segunda (18), o atendimento volta a ocorrer das 8h às 17h.

Neste sábado, a procura de eleitores pelo cadastro biométrico foi intensa. Pela manhã, a fila chegou a dar duas voltas no equipamento que recebe a força-tarefa do TRE-CE. Desde a última segunda-feira (11), quando começou o mutirão, a Justiça Eleitoral contabiliza 26 mil atendimentos.

"Para o domingo, limitaremos o atendimento e esperamos reduzir os transtornos dos eleitores, pois ao ingressarem no Centro de Eventos, encontrarão ambiente climatizado, com mil cadeiras e banheiros", diz o Tribunal, em nota.

No fim da tarde, a Justiça Eleitoral já havia informado que mais de 5,6 mil eleitores tinham sido atendidos apenas neste sábado. O prazo para o cadastramento biométrico, obrigatório em Fortaleza para as eleições de 2020, termina no próximo dia 29 de novembro. Segundo o TRE-CE, 523 mil cidadãos ainda não fizeram o procedimento.

Em nota, o órgão também lembra que, desde novembro de 2014, disponibiliza atendimento descentralizado em diversos pontos da Capital, inclusive com a possibilidade de agendamento. A movimentação no mutirão é intensa, acrescenta a Justiça Eleitoral, porque 30% dos eleitores deixaram o cadastro biométrico para o último mês do prazo. 

"Não há mais vagas de agendamento, mas quem conseguiu marcar o dia e o horário, deve comparecer conforme agendado", ressalta o Tribunal. No mutirão no Centro de Eventos do Ceará, o atendimento ocorre por ordem de chegada. 

Consequências

Se o eleitor não fizer o cadastro da biometria até 29 de novembro, o título será cancelado, podendo gerar uma série de consequências, inclusive a suspensão do CPF.

De acordo com o TRE-CE, o eleitor ficará impedido de votar e ser votado nas próximas eleições, de inscrever-se ou receber o Bolsa Família; emitir passaporte; fazer matrícula em instituições públicas de ensino; contrair empréstimos em bancos oficiais; tomar posse em cargo público e, se for servidor público, receber salário.