Operação apreende R$ 25 mil em espécie, celulares e computadores em residências de candidatos em Ipu

Realizada na manhã deste sábado, a operação conjunta do Ministério Público Eleitoral e Polícias Civil e Federal prendeu, ainda, um dos alvos em flagrante por porte ilegal de arma

Legenda: As investigações apuram supostos crimes eleitorais na cidade de Ipu
Foto: Divulgação

Uma operação conjunta entre Ministério Público Eleitoral, Polícia Civil e Polícia Federal apreendeu R$ 25 mil reais em cédulas, além de celulares, computadores e outros materiais em residências de candidatos a vereador na cidade de Ipu, interior do Ceará.

A operação, desencadeada na manhã deste sábado (14), cumpriu mandados de busca e apreensão em casas de quatro candidatos do Município - três deles tentam reeleição. Os mandados foram autorizados pelo juiz Denys Martins. 

> Barroso diz que circulação de 'fake news' durante eleições foi 'mínima'

De acordo com as investigações coordenadas pelo promotor de Justiça Ítalo Souza Braga, “há fortes indícios de prática de crimes eleitorais, como compra de votos e oferta de serviços particulares a eleitores pagos com recursos dos candidatos.” 

Um dos alvos da operação, que não teve sua identidade divulgada, foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo.     

As investigações foram iniciadas no começo deste mês, após recebimento de fotografias e áudios compartilhados em aplicativos de mensagens “que sugerem o cometimento de crimes eleitorais”. 

Segundo o MPE, “em algumas fotos, é possível flagrar eleitores segurando notas de R$ 100 e R$ 50 reais, ao lado dos candidatos investigados”.  

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política