Municípios do Cariri têm fragmentação de candidaturas; veja quem está na disputa

Veja como está a disputa nos cinco maiores colégios eleitorais da região

Legenda: Juazeiro do Norte é o terceiro maior colégio eleitoral do Ceará, com 174.604 eleitores
Foto: Arquivo DN

Terceiro maior colégio eleitoral do Ceará, com 174.604 eleitores, Juazeiro do Norte terá, em 2020, uma disputa que envolverá algumas de suas principais lideranças políticas, seja direta ou indiretamente. O atual prefeito, Arnon Bezerra (PTB), tenta um feito inédito no Município: a reeleição. Para isso, conta com os apoios do governador Camilo Santana (PT) e do senador Cid Gomes (PDT). Seu vice será o petista Gabriel Santana, filho do ex-prefeito, Manoel Santana.  

Por outro lado, a disputa política na terra do Padre Cícero acontece há quase dois anos, com a própria ruptura do atual vice-prefeito, o médico Giovanni Sampaio (PSD), com Arnon Bezerra, para compor a chapa de Glêdson Bezerra (Podemos), ex-presidente da Câmara Municipal.  

Na última terça-feira (15), o diretório municipal do PDT, comandado pelo empresário Gilmar Bender, derrotado na última eleição contra Arnon, decidiu apoiar a candidatura de Glêdson Bezerra, mas o comando estadual do partido, já no dia seguinte, anulou a decisão da convenção e ainda definiu a coligação dos pedetistas com a chapa do atual prefeito. Na prática, Bender deve continuar ao lado do ex-presidente da Câmara na campanha.  

Outra candidatura confirmada foi a do deputado estadual Nelinho de Freitas (PSDB). O tucano terá como vice o também deputado estadual Davi Macêdo (MDB), filho do ex-prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Macêdo, o Raimundão. A chapa foi articulada pelo próprio pai de Nelinho, o empresário Raimundo Cordeiro de Freitas. 

Outras duas chapas foram oficializadas. A ex-deputada estadual Ana Paula Cruz (PSB), filha do ex-prefeito Carlos Cruz, vai para a disputa com a médica Andrea Landim (Rede). Já o Psol concorre com o jornalista Demontieux Fernandes e seu colega de partido Fanco Duarte como vice.  

Crato

Em Crato, o cenário é menos complicado que na cidade vizinha. O atual prefeito Zé Ailton Brasil, que deixou o PP, tenta a reeleição pelo PT, partido ao qual se filiou em março deste ano, e conta com o apoio do governador Camilo Santana (PT). Como vice, permanece seu aliado, André Barreto (PDT).

O atual gestor terá como adversários a professora universitária Zuleide Queiroz (Psol), que tem como vice o professor Juciel Lima, seu colega de partido.  Outro nome confirmado da oposição é do médico Aloísio Brasil (Pros), que deve contar com apoio do candidato a prefeito em Fortaleza, Capitão Wagner, do senador Eduardo Girão e do deputado federal Roberto Pessoa.

Também havia uma expectativa da candidatura do ex-prefeito Zé Adega (PSD), mas isso não se confirmou. Ele lançou seu filho, Arthur Gomes de Matos (PSL), como candidato a prefeito, tendo o vereador Bebeto de Freitas (PTC) como seu vice.  

Barbalha

Já em Barbalha, o prefeito Argemiro Sampaio (PSDB) tentará o segundo mandato ao lado do seu vice e colega de partido, Ernandes Garcia. Seu principal adversário é o médico Guilherme Saraiva (PDT), que tem como vice o ex-presidente da Câmara Municipal, Vevé Siqueira (PT).

Berço eleitoral de Camilo Santana, Guilherme deve contar com apoio do governador, do senador Cid Gomes (PDT) e do deputado estadual Fernando Santana (PT), derrotado por Argemiro na última eleição por 178 votos de diferença.  Completa a disputa o médico Expedito Júnior (Cidadania).  

Legado 

Quarta maior cidade do Cariri, Brejo Santo viu a atual prefeita, Teresa Landim (PDT), desistir da reeleição para apoiar sua cunhada, a ex-deputada Gislane Landim, mãe do deputado estadual Guilherme Landim, do mesmo partido, e viúva do deputado Wellington Landim. Seu companheiro de chapa é o atual vice-prefeito Bosco Sampaio (PSB).  

A disputa em Brejo Santo conta ainda com chapa do PT, formada pelo empresário Eusébio Ferreira, tendo como vice seu colega, o engenheiro civil Zenilton da Lagoa do Mato. Outro adversário é o empresário Edmar Júnior (PSL), que já foi vice-prefeito do próprio Guilherme Landim, durante sua segunda gestão, mas rompeu pelo desejo de comandar a cidade. Como vice, terá o odontólogo Rodrigo Tavares. 

Mauriti

Na quinta maior cidade da região do Cariri, em Mauriti, também houve a desistência do atual prefeito Mano Morais (PDT) de tentar a reeleição. Com isso, o atual gestor apoiará a chapa de Dr. Sávio Martins (DEM), ex-presidente da Câmara Municipal, e Samuel Coelho, do PDT.

Na oposição, Isaac Júnior (PT), ex-prefeito da cidade, tem em sua chapa o vereador João Paulo Furtado, também petista. Completam a disputa o professor Felizardo (Pros) e seu vice, o advogado e servidor público Rodrigo Marcelino, da mesma legenda. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política

Assuntos Relacionados