Ciro Gomes fala que está 'muito cansado' e que Brasil 'está doente', diz colunista

O pedetista ainda disse que a atual situação do país "realmente está muito difícil"

Depois de ficar na terceira colocação na eleição presidencial deste ano, Ciro Gomes (PDT) decidiu tirar férias na Europa. Segundo a colunista Mônica Bergamo, na última sexta-feira (19), enquanto passeava por Paris, o pedetista foi abordado pela brasileira Érika Campelo, uma diretora de uma associação cultural, que questionou Ciro sobre sua ausência no Brasil durante a disputa do segundo turno.

LEIA MAIS

> Ciro diz que luta contra fascismo 'seguirá ainda mais forte'

Em resposta à Érika, que é contra a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL), o ex-ministro teria dito que a situação do país "realmente está muito difícil" e que o Brasil "está doente".

"Mas eu estou muito cansado. Estou batalhando há três anos. E não dá mais", acrescentou Ciro para justificar seu atual afastamento.

Ainda de acordo com Érika, Ciro afirmou que o PT "errou" porque preferiu "disputar com Bolsonaro no segundo turno" e que a esquerda deveria ter debatido para encontrar o melhor candidato para as eleições deste ano. Com informações da colunista Mônica Bergamo do jornal Folha de S. Paulo.


Assuntos Relacionados