Pilares democráticos

As manifestações sinceras e coerentes de apoio e desaprovação a um governo constituem os pilares básicos de sustentação de um sistema democrático

Escrito por Gonzaga Mota , luizgmota@yahoo.com.br
Prof. Aposentado da UFC
Legenda: Prof. Aposentado da UFC

Neste século XXI, os países estão em busca de melhores condições materiais, levando-se em conta, principalmente, o chamado processo de globalização. Tal quadro criou teorias confusas misturando teses liberais com teses autoritárias; propostas capitalistas com propostas socialistas; atitudes pacifistas com atitudes bélicas, até mesmo manifestações democráticas com manifestações totalitárias.

Dentro deste quadro de referência, vale ressaltar que não há caminho justo e consistente fora da democracia, como também, em qualquer país, o objetivo da atividade estatal deve ser o bem comum e não a vantagem de uma minoria ou de quem governa sem equilíbrio. As manifestações sinceras e coerentes de apoio e desaprovação a um governo constituem os pilares básicos de sustentação de um sistema democrático. São sinceras, quando não se aproveitam de fatores circunstanciais como também não buscam vantagens eleitoreiras ou de outra natureza, numa visão puramente tática

. Por outro lado, são coerentes quando rejeitam o pragmatismo alienado e procuram propostas compatíveis com as diretrizes programáticas baseadas em ideias estratégicas. Ademais, é fundamental ter em mente o espírito de tolerância, a defesa de princípios éticos e morais, a não aceitação da corrupção e do fanatismo, o respeito às minorias e à pluralidade, o entendimento filosófico da verdade e da existência, bem como a importância dos direitos individuais e sociais. Todos devem ser iguais perante a Lei.

O radicalismo tem influenciado de forma negativa as atitudes comportamentais. Convém lembrar Dostoiévsky: “O segredo da existência humana consiste não somente em viver, mas ainda encontrar um motivo para viver” e também Rui Babosa: “A liberdade não é um luxo dos tempos de bonança é, sobretudo, o maior elemento de estabilidade das instituições”. 

Alessandro Almeida é diretor comercial da MRV&CO
Alessandro Almeida
18 de Maio de 2024
Professor aposentado da UFC
Gonzaga Mota
17 de Maio de 2024
Christine Muniz é presidente da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia - Seção Ceará (SBOT-CE)
Christine Muniz
12 de Maio de 2024
Professor aposentado da UFC
Gonzaga Mota
10 de Maio de 2024