O Brasil pode ser viável

Escrito por Gonzaga Mota ,
Professor aposentado da UFC
Legenda: Professor aposentado da UFC

A exclusão econômica e social é mais do que uma característica inaceitável da sociedade brasileira. Trata-se de um problema que poderá ameaçar a própria estabilidade da nossa democracia. Afinal, como podemos legitimar um sistema cujos frutos não podem ser compartilhados pela maioria de seus cidadãos? O País controla a inflação, graças ao esforço do Banco Central, há potencialidades de crescimento, mas a renda per capita continua muito baixa. Enquanto o emprego formal permanece em patamares deploráveis, aumenta a informalidade.

Temos uma carga tributária altíssima, mas o que é arrecadado não retorna em favor do cidadão comum no que diz respeito aos serviços públicos que lhe são prestados. A concentração de renda perdura como um dos mais marcantes traços da sociedade brasileira atual. As taxas de juros elevadas inviabilizam os investimentos produtivos. Cremos que a crise brasileira encampa os diversos setores, atingindo agudamente a economia, a política, a segurança, a saúde, a educação e todas as camadas sociais, principalmente os menos favorecidos.

Entretanto, é na ética e na moral que se encontra, a nosso ver, a gênese, a força-motriz que gera toda a crise em que estamos envolvidos. Não se devem conceber apenas soluções táticas, mas também estratégicas. O Brasil precisa de propostas estruturais, não apenas circunstanciais. A sociedade exige diretrizes e ações para ampliar o nível de emprego, combater a miséria, retomar o crescimento econômico e exterminar a corrupção. 

O brasileiro não suporta mais as forças especulativas e as atitudes fisiológicas, desejando, o quanto antes, a realização de investimentos produtivos que permitam a melhoria da qualidade de vida.  Assim, reformas como a educacional, a da previdência e a do sistema fiscal (receitas x despesas) são fundamentais. O Brasil pode ser viável, desde que busquemos uma sociedade democrática onde prevaleçam a justiça e a liberdade.

Gonzaga Mota é professor aposentado da UFC
 

Jornalista
Gilson Barbosa
10 de Junho de 2024
Prof. Aposentado da UFC
Gonzaga Mota
07 de Junho de 2024
Jornalista. Analista Judiciário (TRT7) e Mestrando em Direito (Uni7)
Valdélio Muniz
05 de Junho de 2024
Junimara Chaves é gerente de Sustentabilidade da SINOBRAS, siderúrgica do Grupo Aço Cearense
Junimara Chaves
05 de Junho de 2024
Val Freitas é sócia da Repense Financeira
Val Freitas
04 de Junho de 2024