Convenções definirão candidatos

Mauro Benevides é jornalista e senador constituinte
Legenda: Mauro Benevides é jornalista e senador constituinte

Com a proximidade das convenções partidárias que escolherão os candidatos às eleições de outubro vindouro, até lá, as articulações prosseguirão intensivamente, para que a fixação de nomes dos pleiteantes desponte com a preferência da maioria de participantes de tais eventos, embora as escolhas já sejam apontadas, aguardando-se, apenas, a chancela dos convencionais, direcionados para aqueles que detém a simpatia das principais lideranças.

Assim como ocorrido em outros pleitos, todos serão definidos em uma seleção que identificará os mais competentes para enfrentar pugna dessa relevância, que atrai um eleitorado de escol, na expectativa de que os eleitos impulsionarão o bem-estar de uma comunidade atenta, esperançosa por visualizar algo que corresponda aos anseios de melhorias em cada Unidade Federada, bem assim no País, como um todo.

Ao término do prazo de convenções, as siglas estarão embaladas numa frenética mobilização, a fim de arregimentar votos que garantam resultados auspiciosos, tendentes a consolidar uma sonhada conquista ardorosamente idealizada.

Certamente serão muitos os concorrentes, num prélio de magnitude inenarrável, ninguém podendo desviar de obstáculos que terão de ser ultrapassados, numa linha de cooptação da massa votante, que poderá ou não corresponder aos desejos de boa aceitação do postulante, este, devendo estar consciente de que os loiros da vitória emergirão sem ilusões, com base num eleitorado esclarecido, que inadmitirá derrota de seu candidato.

Pela legislação específica, a oficialização para a aludida competição deverá ser realizada entre os dias 20 de julho e 05 de agosto, em virtude disso, nos próximos três meses, todas as siglas estarão processando diretrizes a serem expostas no horário eleitoral do rádio e da televisão, o que acirrará a batalha já prenunciada como das mais renhidas dos últimos tempos.

Inúmeros articuladores se prontificarão a atuar em conversações que envolvam diversos grupos de correligionários, com o sentimento de que, unidos, haverá maior chance do tão almejado êxito, portanto, todos juntos em nome do “amor febril pelo Brasil...”, cantarolado com entusiasmo patriótico.

Mauro Benevides é jornalista e senador constituinte