Vojvoda lamenta gol sofrido no fim contra o Sport: “sensação de que poderia ter ganhado”

O Fortaleza empatou em 1 a 1 pelo jogo de ida da final da Copa do Nordeste

Vojvoda com semblante sério em ação pelo Fortaleza
Legenda: O técnico argentino Juan Pablo Vojvoda tem contrato com o Fortaleza até o fim de 2022
Foto: Thiago Gadelha / SVM

O Fortaleza empatou com o Sport em 1 a 1 na ida da final da Copa do Nordeste de 2022. Na Arena Pernambuco, nesta quinta-feira (31), o time tricolor abriu placar com Zé Welison e sofreu a igualdade nos acréscimos, com Bill. O técnico argentino Vojvoda elogiou o time, mas lamentou o resultado.

"Logicamente, sempre quero vencer e, faltando tão pouco tempo, fica a sensação de que poderia ter ganhado o jogo. Acho que o Fortaleza fez o 1º tempo correto e no 2º tempo melhorou o posicionamento, criou situações e conseguiu o gol. Isso não define nada, falta uma partida, então é trabalhar primeiro para a recuperação dos jogadores para então preparar para o jogo”, afirmou.

A decisão será na Arena Castelão, no domingo (3). Assim, Vojvoda ressaltou que o elenco está bem psicologicamente e precisa absorver o placar para focar no próximo jogo, que irá definir o título.

“O segundo jogo vai ser muito disputado, baseado no resultado de hoje. É verdade que recebemos um gol faltando pouco para o fim do jogo, mas se define (o campeão) na última partida. São duas finais e temos que ser conscientes de que essa é a primeira final, e o próximo jogo será muito disputado, mas vamos com concentração e inteligência”, concluiu o comandante do Fortaleza.

O confronto está marcado para domingo, às 18h30. Pelo regulamento, o vencedor do confronto conquista o título da Copa do Nordeste. Um empate leva a decisão da taça para penalidades.

Confira a coletiva de Vojvoda

Veja outros pontos da coletiva

 

Rodízio do elenco

"Nosso time tem jogadores versáteis, que podem cumprir diferentes posições. Temos boa quantidade de jogos para cinco competições que são muito importantes para o clube. Nós trabalhamos para que todos os atletas estejam disponíveis para quando entrar no time, responder bem e ajudar o coletivo”.

Lesões dos atletas

"Os jogadores que não estiveram disponíveis para o jogo foram Tinga e Crispim, e eles já estão em recuperação. Se joga a cada três dias, e avalia que perde (o atleta) por muito (tempo), em uma semana tem três partidas. O Tinga faz quatro dias (no DM), e perdeu uma partida e meia. O Benevenuto não teve edema muscular, o Fernando Miguel também, então foram outros problemas. São acidentes do esporte, todos estão jogando muito e quem joga tem essa possibilidade".

 

 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte