"Um jogo que vai ficar marcado", fala Juninho, autor de gol contra no empate com o Atlético/MG

O volante marcou depênalti no segundo tempo novamente, dessa vez a favor de sua equipe

Legenda: Juninho foi um dos protagonistas dentro de campo, de modo negativo e positivo
Foto: Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC

Após o empate em 2 a 2 com o Atlético Mineiro no Independência, o volante Juninho, do Fortaleza, comentou sobre os gols que marcou neste domingo (21). O primeiro deles foi bonito, mas contra as suas próprias, encobrindo o goleiro Felipe Alves.

> "É lamentável pro futebol", diz Ceni sobre VAR no empate do Fortaleza com o Atlético/MG

"A ficha não caiu ainda, não dá para acreditar, mas quem me acompanha sabe que eu não me escondo do jogo, o tempo todo dou opção, e hoje não foi diferente, só que infelizmente a bola quicou, pegou na minha canela e encobriu o Felipe Alves e na hora ali fiquei sem acreditar, falando com os meus companheiros dentro de campo: não é possível que isso está acontecendo. Mas Deus é maravilhoso e me deu a oportunidade de me redimir dentro do próprio jogo", disse o meia.

Na segunda etapa, André Luis foi pisado na área, e Juninho assumiu a responsabilidade da cobrança. O atleta chutou com força no meio do gol, e igualou o placar. O camisa 55 falou sobre a emoção após o gol.

"Passa um filme na cabeça de todo o jogo, de quanto a nossa equipe teve superação, jogar aqui dentro é muito difícil, e você sair atrás por 2 a 0 e ter força de superação para poder buscar o empate. Ainda tivemos chance até de repente buscar a vitória. O nosso goleiro foi muito bem também. Gratidão, muita felicidade, descansar e preparar para o próximo jogo", falou Juninho.

O Fortaleza encara o Corinthians no Castelão no domingo (28), às 19h, pela 12ª rodada do Brasileiro.