Gabriel Araújo domina nova prova da natação e conquista 2º ouro na Paralimpíada

O atleta de 19 anos é uma das principais revelações da delegação brasileira

Gabriel Araújo morde medalha de ouro
Legenda: Gabriel Araújo soma três medalhas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio
Foto: Alê Cabral / CPB

Gabriel Araújo brilhou mais uma vez em Tóquio. O nadador de 19 anos, que compete na classe S2 (atletas com braços, pernas ou tronco limitados), conquistou a terceira medalha nos Jogos Paralímpicos, a segunda de ouro, ao dominar os 50 metros costas e chegar em primeiro com grande vantagem para os demais competidores.

"A prova de 50m é uma prova rápida, então tem de aproveitar, e não pode cometer erros, porque não dá para recuperar depois. E deu certo, eu consegui", afirmou Gabriel. Anteriormente, o atleta já havia levado o ouro nos 200m livre e a prata nos 100m costas.

A natação brasileira está fazendo uma excelente Paralimpíada, com a conquista de oito medalhas de ouro, cinco de prata e nove de bronze até agora.

Início no esporte

Gabriel é natural de Santa Luzia, em Minas Gerais. Ele nasceu com folicomia, condição que causa o encurtamento dos braços e pernas. Ingressou no esporte ainda na escola, por iniciativa de um professor, que o inscreveu numa competição sem que os pais dele soubessem.

Aos 17 anos, conquistou duas medalhas de ouro, uma de prata e duas de bronze nos Jogos Parapan-Americanos de Lima em 2019. Agora, é uma aposta do Brasil para os próximos ciclos paralímpicos, de Paris-2024 e Los Angeles-2028.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte