Cléber, do Ceará, é flagrado em exame antidoping e cumprirá suspensão preventiva

Exame foi realizado na semana do confronto contra o Juventude, em duelo pela 38ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro

Legenda: Cléber testou positivo no exame antidoping na semana do confronto contra o Juventude, pela 38ª rodada da Série A
Foto: Fabiane de Paula / SVM

O atacante Cléber, do Ceará, foi flagrado no exame antidoping em teste realizado na semana do confronto contra o Juventude, em duelo pela 38ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, pela utilização da substância metabólito do Tamoxifeno.

O atleta, de 26 anos, foi comunicado pela Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem e aceitou a suspensão preventiva, como forma de contribuir para a investigação. Em nota oficial, o Ceará declarou que "o profissional fica impedido de imediato de exercer suas funções no clube".

Nas redes sociais, Cléber relatou surpresa com a testagem positiva para o doping, mas pontuou que espera "poder esclarecer em breve este triste episódio para provar a minha inocência e poder retornar aos gramados".

Em 2022, o atacante atuou em 40 partidas, com nove gols marcados e duas assistências concedidas. Cléber estava sendo especulado em equipes da Série A, como São Paulo e Vasco.

Veja também

Veja nota oficial do Ceará

"O Ceará Sporting Club informa que foi comunicado pelo atleta Cléber Bomfim sobre notificação de resultado analítico adverso no controle de dopagem de teste realizado na semana da última rodada do Campeonato Brasileiro de 2022. Informamos que diversos controles foram realizados durante toda a temporada de 2023 com o elenco do Ceará Sporting Club, dentro e fora de competições, sendo este o único resultado adverso identificado.

Em razão da comunicação do atleta em aceitar junto às autoridades suspensão preventiva até que o evento seja devidamente esclarecido, e em razão da impossibilidade de atuação profissional até lá, o profissional fica impedido de imediato de exercer suas funções no Clube.

O Ceará S.C informa ainda que monitora a situação e está à disposição de quaisquer partes. O clube aduz ainda que apoia o atleta durante todo o processo de averiguação da origem da substância proibida, confiando plenamente na integridade do atleta."

Veja nota oficial do Cléber

"Fui tomado de surpresa esta semana ao receber um comunicado da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem sobre a presença de uma substância proibida nas amostras da minha urina coletadas em novembro deste ano. A substância identificada é um metabólito de Tamoxifeno.

Esclareço que nunca fiz uso intencional de qualquer substância proibida e que jamais atuaria com o objetivo de buscar uma vantagem indevida. Eu dedico minha vida ao esporte e respeito muito o jogo justo e limpo. Por isso, optei, de boa-fé e de modo a colaborar com as autoridades, por aceitar uma suspensão preventiva, até que tenhamos maiores informações sobre o ocorrido.

Estou atuando junto com meus advogados e bioquímico, de modo a identificar a fonte da substância identificada nas minhas amostras.

Espero poder esclarecer em breve este triste episódio para provar a minha inocência e poder retomar aos gramados.

Agradeço a todos pela compreensão neste momento."