Procurador-geral de Justiça defende a tese de latrocínio

Plácido Rios afirma que denúncia oferecida pelo Ministério Público tem jurisprudência e não há incompatibilidade caso a próxima denúncia venha a apontar os PMs pelas mortes