Em vídeo, secretário da Cultura Roberto Alvim cita o nazista Goebbels e provoca onda de repúdio

Além dos trechos do pronunciamento, a estética do vídeo, a aparência do secretário, o vocabulário, o tom de voz e a trilha sonora escolhida também fizeram várias personalidades compararem a divulgação à propaganda nazista