Cidade francesa decreta a obrigação "de ser feliz"

Serão proibidas, durante uma semana, músicas tristes e livros que terminam mal