Ministério Público do Ceará alerta para golpes via mensagens e ligações telefônicas

Órgão informa que não utiliza esses meios para solicitar pagamentos referentes a fianças, alvarás, mandados ou custas judiciais

Legenda: Membros e servidores não entram em contato com cidadãos pedindo dinheiro, alertou MPCE
Foto: Shutterstock

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) fez um alerta à população sobre golpes, nesta segunda-feira (9), informando que não entra em contato por mensagens de WhatsApp ou ligações telefônicas para solicitar pagamentos relacionados à expedição de fianças, alvarás, mandados ou custas judiciais. O órgão frisou ainda que seus membros e servidores não contatam cidadãos pedindo dinheiro.

Caso o cidadão receba algum desses comunicados, o MPCE recomenda não enviar nenhum valor e, imediatamente, interromper a chamada ou encerrar a conversa por mensagem.

Em caso de dúvidas, acesse o site da ouvidoria do MPCE ou o portal da Promotoria de Justiça do seu município. 

O órgão também disponibiliza um endereço de e-mail (ouvidoria@mpce.mp.br) e os telefones 127 / 0800.2811553 / (85) 98685.8464 / (85) 98563.4543 / (85) 3452.1562. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

Quero receber conteúdos exclusivos do Seu Direito