Mercado Extra na periferia de SP entrega bandeja de carne vazia até que produto seja pago no caixa

A situação não é registrada nos outros estabelecimentos comerciais da rede varejista localizados na área nobre da capital paulista

Mercado Extra na periferia de SP entrega bandeja de carne vazia até que produto seja pago no caixa
Legenda: Empresa disse que "o procedimento não faz parte de sua política de atendimento" e que tomou "providências para que a prática fosse imediatamente descontinuada"
Foto: Reprodução/Facebook

Uma cliente do Extra do Jardim Ângela, na periferia de São Paulo, usou as redes sociais para denunciar que o mercado entrega bandejas vazias de carne aos clientes até que o produto seja pago no caixa. As informações são do G1.

A denúncia foi feita pela ativista Fabiana Ivo na última quinta-feira (14). A situação não é registrada nos outros estabelecimentos comerciais da rede varejista localizados na área nobre da capital paulista.

De acordo com a cliente, o fato aconteceu durante uma compra de carne bovina no açougue da loja. Depois de escolher o produto e vê-lo ser pesado, ela recebeu uma bandeja vazia com o código de barras e o preço.

A ativista foi informada que a carne só poderia ser retirada quando o pagamento fosse concluído no caixa do local.

'Evitar roubo'

Nas redes sociais, Fabiana Ivo afirmou ter perguntado sobre a prática adotada, e que uma funcionária respondeu que era para "evitar roubo".

"Isso é uma afronta a toda a população das quebradas. Duvido que o mesmo aconteça no Extra do Morumbi", disse a cliente, na internet.

'Falha pontual de procedimento'

O Extra disse que "o procedimento não faz parte de sua política de atendimento" e que tomou "providências para que a prática fosse imediatamente descontinuada". A empresa afirmou também que a conduta é uma "falha pontual de procedimento".

Mesmo assim, a reportagem foi à unidade do Cambuci, também em São Paulo, na tarde de segunda-feira (18), e recebeu só a etiqueta quando solicitou meio quilo de fraldinha. Depois que o produto foi pago no caixa, uma funcionária foi buscar a carne no açougue.

Uma funcionária contou ao G1 que a situação foi estabelecida porque há pessoas que pesam a carne e desistem de comprar, e também para evitar roubos.

Outras denúncias

Nas redes sociais, clientes de unidades do mercado situadas nos bairros Piraporinha, Avenida Cupecê, Cohab 2 e Belenzinho, bem como Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, também relataram a mesma situação.

Já na loja da Avenida Brigadeiro Luís Antônio, na zona sul, o procedimento de entregar somente a etiqueta ou a bandeja vazia não foi seguido na segunda-feira (14).

O Extra foi questionado novamente sobre o fato e desde quando isso ocorre. A empresa não respondeu a essas perguntas, e enviou nova nota informando que a tática é motivada por uma "falha de procedimento" e que "a rede tomou providências para que a prática fosse imediatamente descontinuada".

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil

Assuntos Relacionados