Loja de móveis oferece abrigo para pessoas se protegerem de onda de frio no Texas

Temperaturas, que chegam a -18°C, já deixaram pelo menos 70 mortos no estado norte-americano

Pessoas abrigadas em loja no Texas
Legenda: O dono da rede também fez contratação de serviços de alimentação para oferecer comida aos hóspedes do local.
Foto: Go Nakamura/Getty Images/AFP

Uma loja de móveis de Houston, no Texas, virou abrigo para pessoas que buscam proteção contra o inverno registrado no estado norte-americano nas últimas semanas. A onda de frio deixou pelo menos 70 mortos e fez temperaturas no Sul dos Estados Unidos chegarem a -18°C. As informações são da BBC.

O proprietário da rede Gallery Furniture, Jim "Mattress Mack" McIngvale, é conhecido por costumar abrir os empreendimentos durante situações de emergência. Isso ocorreu durante as crises provocadas pelo furacão Catrina, em 2005, pelo furacão Harvey, em 2017, e pela tempestade Imelda, em 2019.

Desde a última terça-feira (16), cerca de 350 pessoas chegam, em média, a cada loja aberta à noite. Já durante a manhã, 800 pessoas se dirigem ao local para se alimentar.

Pessoas abrigadas em loja após onda de frio
Legenda: Moradores do Texas ficaram sem água e eletricidade em razão das baixas temperaturas.
Foto: Go Nakamura/Getty Images/AFP

As pessoas que chegam à loja em Houston podem utilizar as camas e sofás existentes no mostruário. Quem quiser assistir à televisão pode usar os aparelhos que estão à venda. O dono da rede também fez contratação de serviços de alimentação para oferecer comida aos hóspedes do local.

Falta de serviços essenciais após frio

Moradores do Texas ficaram sem água e eletricidade durante as baixas temperaturas. O estado, conhecido como capital energética dos Estados Unidos, produziu 41% do petróleo e um quarto do gás natural do país em 2019, de acordo com a Agência de Informação de Energia dos EUA.

De acrdo com o The New York Times, o veterano do Exército Scott Willoughby, morador da cidade de Dallas, precisou pagar uma conta de US$ 16 mil — o que equivale a cerca de R$ 88 mil — por alguns dias de uso do serviço de energia elétrica.

Em razão disso, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, aprovou declaração de situação de emergência no Texas, o que abre espaço para que fundos federais sejam investidos em ações para combater os danos acarretados pela condição climática.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo