Família enfrenta invasão de cobras píton em casa na Austrália

Ao todo, seis animais foram observados na residência, cercada por floresta tropical

Montagem com três imagens de cobras pítons encontradas na varanda de casa da Austrália
Legenda: Animais foram resgatados com segurança
Foto: reprodução

Uma família de Buderim, na Austrália, encontrou seis enormes cobras do tipo Carpet Pítons invadindo a residência, especialmente a varanda do local. No período de três dias, quatro serpentes foram encontradas transitando na área do imóvel. Dois dias depois, mais duas foram observadas na casa, totalizando seis répteis no período de duas semanas. 

O caso aconteceu em outubro do ano passado, mas voltou a gerar repercussão desde terça-feira (10), após a organização especializada na captura de cobras na região de Queensland, Nordeste do País, Sunshine Coast Snake Catchers, repostar o vídeo da captura dos animais nas redes sociais.  

Na época, devido à infestação incomum, os proprietários solicitaram ajuda da entidade, que removeu as seis serpentes com segurança do local. Segundo explicou Stuart McKenzie, membro da Sunshine Coast Snake Catchers, embora não seja comum, durante o período da época de reprodução, vários machos se dirigem para a mesma localização em busca de alguma fêmea

O profissional detalhou que a residência é cercada por floresta tropical, o habitat preferido das pítons. Durante a primeira ocorrência, a organização resgatou dois animais acasalando, e o cheiro deixado no local pela fêmea pode ter atraídos os outros machos até a varanda, detalhou Stuart McKenzie.

“Este é outro macho pensando que pode ter um pouco de sorte com a fêmea, mas infelizmente, amigo, eles já se foram”, disse ao registrar uma da pítons no local. "Ele é muito ativo, na busca, ele sabe que houve uma fêmea aqui, mas infelizmente ela saiu com outro cara". Em seguida, é possível observar o profissional remover o réptil do local, o realocando para uma área longe das pessoas.

No comunicado publicado nesta semana, a Sunshine Coast Snake Catchers declarou que a aparição de cobras nesta época do ano e, principalmente, em numerosas ocorrências não é um fenômeno comum. Mas, revelaram os possíveis motivos para os casos do tipo. 

"Isso não acontece com muita frequência, mas durante a época de reprodução, as cobras ficam agitadas e se deslocam para vários locais. Essa situação também é influenciada pela mudança de estação. Assim que o inverno terminar, o período de reprodução entre elas estará mais intenso", explicou a organização nas redes sociais. 

Antes de ir, que tal se atualizar com as notícias mais importantes do dia? Acesse o Telegram do DN e acompanhe o que está acontecendo no Brasil e no mundo com apenas um clique: https://t.me/diario_do_nordeste

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo