Vereador de Itaitinga, na Grande Fortaleza, é investigado por suposto esquema de 'rachadinha'

Dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos, incluindo um no gabinete do parlamentar

Fachada da Delegacia de Itaitinga com viaturas em frente
Legenda: Força-tarefa Possessio foi deflagrada nesta quinta
Foto: Divulgação

Um vereador do município de Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), é alvo de uma operação da Polícia Civil do Ceará (PC-CE) por suposto esquema de corrupção em gabinete. A corporação cumpriu dois mandados de busca e apreensão nesta quinta-feira (25).

A suspeita é de "rachadinhas", que ocorrem quando agentes exigem como condição para contratar pessoas parte do valor do salário delas. O contratado pode nem sequer exercer quaisquer atividades, servindo apenas como um "fantasma" na folha de pagamentos.

Por meio da Delegacia de Combate à Corrupção (Deccor), um dos mandados foi no gabinete do vereador, que não teve a identidade divulgada. O outro se deu no departamento de recursos humanos da Câmara Municipal de Itaitinga, segundo a PC-CE. 

Operação Possessio

A força-tarefa nomeada "Possessio", investigia possíveis crimes de peculato, concussão, lavagem de dinheiro e outros. 

"Com o cumprimento dos mandados, a Polícia Civil visa coletar novos elementos de provas, relativos aos crimes, ora investigados, bem como, identificar outras pessoas que façam parte do esquema criminoso", pontua a corporação. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança