Oito pessoas são presas na 6º fase de operação contra pornografia infantil no Ceará

Além das prisões, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) informou que equipamentos eletrônicos foram apreendidos pelos agentes

Oito pessoas foram presas na manhã desta terça-feira (18) durante diligências da 6º fase da Operação Luz na Infância, que visa cumprir mandados de busca e apreensão contra suspeitos de praticar exploração sexual e abuso por meio de conteúdos disseminados online, no Brasil e no exterior.  

Conforme a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), as prisões aconteceram ao serem cumpridos nove mandados de busca e apreensão no Estado. Além das oito pessoas capturadas, equipamentos eletrônicos foram apreendidos pelos agentes.

A operação, de acordo com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, foi iniciada em outubro de 2017. Com 597 prisões em flagrante realizadas ao longo das edições anteriores, nesta 6° fase, cerca de 579 agentes de segurança atuam em 12 estados da Federação.

Em uma coletiva para apresentar os resultados parciais da operação,  o coordenador do Laboratório de Inteligência Cibernética do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Alessandro Barreto, informou que 38 prisões em flagrante já aconteceram nesta 6º fase. 

O coordenador informou ainda que é de extrema importância a colaboração dos pais e responsáveis pelas crianças e adolescentes ao vistoriar a conduta dos  filhos na internet.“O trabalho em casa, preventivo, é fundamental. É importante saber o que as crianças estão vendo e que tipo de conteúdo estão compartilhando na internet”, disse. 

Mais informações sobre a 6º fase da Operação Luz na Infância serão divulgadas no decorrer do dia. 
 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança