Caminhoneiro que dirigiu por 39 horas seguidas sob efeito de drogas é preso em Sobral

Condutor do veículo foi de Fortaleza a São Luís, no Maranhão, em 45 horas de trabalho

Mão segurando droga apreendida com caminhoneiro e veículo ao fundo
Legenda: Droga, de uso proibido, é um medicamento usado para inibição do sono
Foto: divulgação/PRF-CE

Um caminhoneiro foi preso em Sobral, nessa sexta-feira (30), por conduzir um caminhão de combustíveis de forma arriscada. Ele estava sob efeito de drogas para não dormir ao volante, tendo passado 39 horas dirigindo nessa situação.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recebeu denúncias de que um caminhão-tanque de transporte de combustíveis estaria trafegando de forma arriscada na BR-222, no trecho entre Tianguá e Sobral.

Por volta das 16h20, equipe da PRF em Sobral conseguiu interceptar no veículo pesado no quilômetro (km) 221 da rodovia. Ao entrevistarem e verificarem documentos do condutor, os agentes constataram que o caminhoneiro foi de Fortaleza a São Luís (MA) em 45 horas de trabalho.

Ao todo, o motorista do caminhão-tanque percorreu 1.350 kms, tendo descansado por apenas seis horas.

Os policiais fizeram revista no indivíduo, cuja identidade não foi divulgada, e encontraram uma cartela de anfetamina, conhecida como rebite. A droga, de uso proibido, é um medicamento usado para inibição de sono, fazendo o motorista dirigir por horas a fio e ampliar o risco de acidentes.

A conduta é considerada crime de porte de droga para consumo. O motorista foi indiciado pelo delito, e o veículo, retido pelas autoridades.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança