Se nada fizermos poderemos ter apagões, diz Bolsonaro

Fala do presidente ocorre um dia depois de a Aneel decidir reativar as bandeiras tarifárias nas contas de eletricidade

Citando o nível baixo de represas, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) citou nesta terça-feira (1º) a possibilidade de apagões no Brasil."As represas estão níveis baixíssimos. Se nada fizermos poderemos ter apagões. O período de chuvas, que deveriam começar em outubro, ainda não veio. Iniciamos também campanha contra o desperdício", escreveu o presidente, em resposta ao comentário de um usuário no Facebook.

> Conta de luz terá cobrança extra a partir desta terça-feira, anuncia Aneel

> Apagão no Amapá acaba após 22 dias, afirmam governo e distribuidora de energia

Bolsonaro publicou a mensagem após um internauta escrever que "a conta de luz vai aumentar". A fala do presidente ocorre um dia depois de a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) ter decidido reativar as bandeiras tarifárias nas contas de eletricidade a partir de dezembro. A agência estabeleceu para este mês a bandeira vermelha patamar dois. Em vigor até então, a bandeira verde não trazia custos adicionais para o consumidor.

Segundo a Aneel, a reativação do sistema de bandeiras tarifárias foi necessária para conscientizar a população sobre o uso racional de energia.
A decisão da agência foi tomada diante do aumento do consumo com a retomada de atividades econômicas. O patamar dois da bandeira vermelha traz o acréscimo de R$ 0,06243 por kWh (quilowatt-hora ) consumido.

Na semana passada, o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) estimou um aumento de 4,4% da carga de energia do país em dezembro, na comparação anual. A previsão é que as chuvas em áreas de reservatórios fique abaixo da média para o período.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política