Marcelo Boeck mostra como um ídolo cresce nos momentos mais importantes de um clube

Goleiro foi decisivo na vitória por 2 a 0 sobre o Ceará

Marcelo Boeck faz defesa
Legenda: Boeck apareceu em momento decisivo do Fortaleza
Foto: Thiago Gadelha/SVM

A história de um ídolo no futebol pode ser construída de várias maneiras. Alcançar esse status é difícil e exige muito mais que boas atuações dentro de campo. Postura, identificação com a torcida, conquista de títulos e, sobretudo, crescer nos momentos mas importantes. É exatamente isso que tem feito Marcelo Boeck em 2022.

O camisa 1 já havia brilhado na vitória por 1 a 0 sobre o América-MG, no último domingo (19), pelo Brasileirão. Resultado que tirou o Leão do Pici da lanterna da Série A.

Agora, teve grande atuação no Clássico-Rei desta quarta-feira (22), com defesas fundamentais na vitória do Fortaleza por 2 a 0.

Boeck em posição de defesa com Benevenuto
Legenda: Boeck foi fundamental em vitória do Fortaleza
Foto: Thiago Gadelha/SVM

O resultado não apenas deixa o Tricolor confortável na busca por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil (pode até perder por um gol de diferença que avança de fase) como serve para trazer tranquilidade após dias conturbados pelo Pici, com protestos da torcida, culminando em agressão a Robson, além de afastamento de Renato Kayzer e, posteriormente, de Lucas Crispim, que até já foi reintegrado, mas protagonizou episódio de repercussão negativa.

Dois jogos decisivos para o Fortaleza. Resultados adversos poderiam agravar e muito a crise, que já era pesada.

Ao contrário disso, trouxeram alívio e um respiro.

E Boeck foi extremamente decisivo.

Pode cometer erros. Mas inegavelmente é um ídolo que dá a cara a tapa e cresce nestes momentos.