Os sinais da campanha municipal

Escrito por Mauro Benevides ,
Jornalista e senador constituinte
Legenda: Jornalista e senador constituinte

Esboça-se a campanha para o pleito municipal de outubro, num embate que deverá se transformar em verdadeira prévia para futura sucessão presidencial, com muitos augurando a hipótese de mais um mandato para o atual titular do Palácio do Planalto, novamente estimulado para voltar ao páreo, com vistas a permanecer como dirigente dos destinos nacionais, já que vem trabalhando até aqui, silenciosamente, com o vislumbre de tal perspectiva, embora ele próprio já tenha dito em várias oportunidades não querer mais concorrer ao posto.

Os prélios nas comunas, em que pese muita gente ficar indiferente, não deixa de ser menos acirrado que as disputas nacionais, já que envolvem número estratosférico de concorrentes, a maioria imbuída de pretensões de granjear projeções de mais ressonância, em eleições posteriores, alguns tentando se cacifar, inclusive, para postular o elevado cargo de presidente da República.

Tais vaticínios sofrerão transformações de toda natureza, ao alvitre de novas forças políticas capazes de arregimentar grupos mais vigorosos, numa reconfiguração do respectivo panorama, tudo devendo ocorrer conforme as tendências do eleitorado das mais diversas áreas geográficas de nossa Nação.

Os veículos de comunicação, acompanhando os círculos que se debruçam sobre essa temática, não arriscariam promover opiniões favoráveis ou contrárias a tais horizontes, deixando as elucubrações a cargo de observadores argutos, com conhecimento e especialização comprovados em história política, levando em consideração batalhas pretéritas.

Repetindo o acima já mencionado, todos esses prognósticos poderão desfazer-se através de quaisquer outros fundamentos, transformados em decorrência de ocorrências importantes, que podem ou não alterar os esquemas inicialmente delineados.

Tais conjecturas valerão sem profundidades, servindo apenas como perspectivas inaugurais de possíveis composições de chapas portentosas, tudo se consolidando somente após cada voto inserido na urna.

Ao povo caberá decidir com o seu magistral tirocínio, tendo em vista ser o verdadeiro juiz da contenda.

Mauro Benevides é jornalista e senador constituinte

Consultor pedagógico
Davi Marreiro
16 de Abril de 2024