Empresas e empresários precisam saber explorar as potencialidades proporcionados pelos contadores

Escrito por Silvinei Toffanin e Márcia Abreu ,
Silvinei Toffanin e Márcia Abreu são sócios da DIRETO Group
Legenda: Silvinei Toffanin e Márcia Abreu são sócios da DIRETO Group

Boa parte das ciências, das ferramentas e de tudo que utilizamos nos dias atuais tiveram como origem a necessidade dos seres humanos em executar alguma tarefa específica. Não foi diferente com a Contabilidade, cuja demanda surgiu há aproximadamente 4.000 anos a.C, que é de quando remontam os primeiros sinais da existência de contas.

O homem já apresentava, desde aquela época, o desejo de acompanhar e controlar sua evolução de patrimônio. Esse fato nos leva a concluir que a Contabilidade contribui de maneira estratégica para o avanço e o desenvolvimento dos seres humanos e da sociedade.

É fato que, com o passar dos anos, essa ciência foi aprimorada. O que nasceu como uma forma de registrar as trocas, feitas nos primórdios do comércio como conhecemos, precisou ser aperfeiçoado conforme avançava o acúmulo de bens e riquezas e o aumento das transações comerciais. As evoluções foram acontecendo até chegarmos às Ciências Contábeis como conhecemos na atualidade. Os profissionais do setor passam por uma formação concreta e sólida até estar habilitado a exercer funções ou prestar serviços nas áreas financeira, atuarial, econômica e patrimonial de uma empresa.

É interessante analisar como essa profissão é fundamental para a saúde das empresas, independentemente de seu tipo e porte. Isso, porque além dos contadores serem os responsáveis pelas rotinas contábeis de um negócio, esses profissionais também são habilitados para exercer uma série de atividades financeiras, de controladoria, auditoria e outras. Trata-se de um profissional que pode e deve atuar de maneira tática, fazendo avaliações aprofundadas sobre a saúde da empresa, dando orientações de como corrigir problemas de gestão, apontando melhorias nos processos produtivos, alertando para possibilidades de realização de novos negócios, enxergando diferentes conjunturas e estabelecendo parcerias para o desenvolvimento completo da empresa, incluindo possíveis reduções de custos, aquisições e/ou fusões com outros players, etc.

 

Apesar disso, infelizmente, por uma necessidade ou apenas para ‘economizar’, muitos empresários contratam pequenas frações dos serviços que podem ser prestados por esses profissionais. Isso acontece há tanto tempo, que acabou sendo incorporado à cultura corporativa brasileira. Tanto, que não é surpresa se deparar com empreendedores, gestores e outros profissionais no mercado que não fazem ideia do quão estratégica pode ser a atuação de um contador.

Porém, precisamos fazer um alerta e lembrar que não há desenvolvimento de negócio que não passe pelas mãos de um contador. Isso, porque são esses profissionais que indicam os caminhos para ganho de produtividade, economia de tempo, eficiência nos processos e de recursos para as empresas.

Diante disso, aconselhamos empresas, empresários e executivos para que avaliem e se beneficiem do propósito real da Contabilidade. Afinal, são esses profissionais que, depois de realizar um rigoroso diagnóstico, poderão auxiliar na tomada das melhores decisões para o negócio com base na interpretação dos dados da empresa, da situação do mercado e das previsões futuras em relação ao segmento de atuação. O bom contador ajuda empresas e empreendedores a entenderem, inclusive, as consequências futuras de decisões tomadas no momento atual. Ou seja, encoraja o empresário a pensar à frente.

Avalie se o seu negócio está, de fato, explorando as potencialidades e se beneficiando da experiência do seu contador. Em caso negativo, mude o jogo. Afinal, você pode estar perdendo oportunidades preciosas!

Silvinei Toffanin e Márcia Abreu são sócios da DIRETO Group 


 
Consultor pedagógico
Davi Marreiro
16 de Abril de 2024