Big Devedores Brasil

Escrito por Val Freitas ,
Val Freitas é sócia da Repense Financeira
Legenda: Val Freitas é sócia da Repense Financeira

Há quem não goste e evite assistir reality shows, mas uma coisa é imprescindível - estes programas acabam dando visibilidade a diversos assuntos, alguns temidos e pouco explorados, eu diria. Um deles é o da inadimplência. Afinal, o programa promete um prêmio milionário ao vencedor, e os brothers comentando sobre as contas que deixaram do lado de fora da casa, acende uma discussão sobre o tema na sociedade.

Existem dois tipos de devedores. Todos nós somos, na verdade. A diferença está entre aqueles que conseguem arcar com suas dívidas em tempo hábil, e os que não conseguem - esses últimos obviamente chamamos de inadimplentes.

E essa pauta está presente no cotidiano da economia brasileira há tempos. Mas, por quê? Ora, se olharmos por uma ótica rasa, a inadimplência deveria ser algo fácil de evitar. Mas quando a precisão ou vontade de comprar é maior que a condição, somada a uma má educação financeira, o resultado é um saldo negativo, mergulhado em juros. Passaporte para a lista da Serasa.

É triste saber que um tema tão importante precisa ser aleatoriamente discutido em um programa de entretenimento para chamar a atenção de um grande público, especialmente dos jovens. Aqui, infelizmente, a educação financeira não é levada a sério. Se houvesse um reality show só com inadimplentes, este seria a cara do Brasil.

Para se ter uma ideia do drama da inadimplência do país, um levantamento realizado pela Serasa em novembro de 2023 indica um total de 71,1 milhões de brasileiros em situação de inadimplência. Trata-se de 33% da população. Outro estudo, feito pelo Estadão, revela que 52% dos brasileiros não sabem como se planejar financeiramente.

Quando o assunto é planejamento financeiro para negócios, existem inúmeras empresas com esse tipo de suporte, como a Repense, por exemplo. Mas, quando se trata da sociedade em geral, penso que estamos muito acostumados a remediar e pouco a prevenir. Que possamos despertar para a importância da educação financeira. Um conhecimento ainda ignorado pela maioria dos brasileiros, mas que felizmente está furando bolhas.

Val Freitas é sócia da Repense Inteligência Financeira

Consultor pedagógico
Davi Marreiro
16 de Abril de 2024