Rede social Google+ é encerrada após erro que pode ter vazado dados de usuários

As contas de mais de 500 mil usuários podem ter sido afetadas desde 2013, até março de 2018, quando o problema foi identificado.

O Google informou nesta segunda-feira (8), que a rede social Google+ está encerrando o acesso para os consumidores. De acordo com a Alphabet, holding da qual o Google faz parte, a segurança dos dados de mais de 500 mil usuários foi comprometida por um erro que pode ter exposto as informações pessoais para desenvolvedores externos. 

A exposição dos dados está limitada a áreas estáticas e opcionais, como nome, endereço de email, ocupação, sexo e idade, conforme o Google. 

O acesso a dados dos perfis pessoais estão abertos a desenvolvedores externos desde 2015. A falha no software que causou o problema só foi descoberta em março de 2018, quando o problema foi identificado e corrigido por especialistas do Google, conforme reportagem do jornal norte-americano Wall Street Journal. 

"Não encontramos nenhuma evidência de que algum desenvolvedor tenha conhecimento desse bug ou de abusar da API, e não encontramos nenhuma evidência de que qualquer dado do perfil tenha sido mal utilizado", disse o Google.
 


Categorias Relacionadas