Rival do Ceará, Bolívar está invicto em casa em 2021 e defende retrospecto contra brasileiros

No estádio Hernando Siles, na altitude de 3.640 metros de La Paz, o Bolívar venceu os sete jogos que fez em casa em 2021

Atletas do Bolívar comemoram gol na frente de faixas da torcida
Legenda: O Bolívar tem a altitude como trunfo nos jogos em casa e já venceu a primeira em La Paz ao bater o Arsenal
Foto: Aizar Raldes / AFP

O Ceará enfrenta, nesta quarta-feira, o Bolívar na altitude de 3.640 metros de La Paz, na Bolívia, pela 3ª rodada do Grupo C da Copa Sul-Americana e terá uma missão difícil pela frente. Às 19h15, no estádio Hernando Siles, o Alvinegro tentará quebrar escritas em sua primeira visita à La Paz: como a invencibilidade do time boliviano da casa em 2021 - venceu todos os 7 jogos disputados - e ser o 3º time brasileiro a vencê-lo nos últimos 13 encontros. O Ceará, aliás, será o primeiro time do Nordeste a jogar na altitude de La Paz.

Em 2021, o Bolívar está invicto no Hernando Siles. Foram dois jogos pelas fases iniciais da Libertadores (5 a 0 no Montevideo Wanderers/URU e 2 a 1 no Júnior Barranquila/COL), um pela Copa Sul-Américana (2 a 1 no Arsenal de Sarandí/ARG) e 4 pelo Campeonato Boliviano (Real Potosí por 1 a 0, Blooming por 2 a 0,  Independiente Petrolero por 1 a 0, e no último fim de semana, bateu o Real Tomayapo por 2 a 0). São 15 gols marcados e apenas 2 sofridos, mostrando a força da equipe quando joga em casa.

Contra Brasileiros

E o retrospecto positivo não se restringe a 2021. Ao longo da história, é sempre uma missão difícil superar o Bolívar em La Paz, sobretudo para os brasileiros. Em 13 partidas oficiais, foram oito vitórias do time boliviano, três empates e duas derrotas (para o Grêmio, no primeiro encontro, em 1983, e para o Palmeiras, em 2020, ambas por 2 a 1).

Legenda: O Palmeiras foi o último time brasileiro a vencer em La Paz, em 2020
Foto: Cesar Greco / SE Palmeiras

Preparação

O Alvinegro realizou uma preparação cuidadosa para o confronto em La Paz, com voo fretado, médico extra e cilindros de oxigênio. 

A logística vai custar 175 mil dólares (cerca de R$ 945 mil) aos cofres alvinegros. O investimento tem como foco amenizar o desgaste físico do elenco na viagem e facilitar a preparação para o jogo, que vale a liderança do Grupo C. O Ceará segue à frente dos concorrentes, com 4 pontos e 2 gols de saldo, enquanto o Bolívar tem a mesma pontuação e um gol de saldo a menos. 

Ouça o CearáCast

Powered by RedCircle

 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte