Viagem à Bolívia tem mudanças na preparação física e no cardápio do Ceará para enfrentar altitude

Camila Mazetto, nutricionista do Alvinegro, participou do podcast Elas no Esporte e comentou sobre o planejamento físico e alimentar da equipe para enfrentar os mais de 3 mil metros de altitude de La Paz

preparação do ceará
Legenda: Jogadores do Ceará têm mudanças na preparação física e no cardápio para enfrentar altitude
Foto: Kid Júnior

É hora de voltar as atenções à Copa Sul-Americana. O Ceará enfrenta o Bolívar nesta quarta-feira (5), pela terceira rodada da competição. A delegação alvinegra enfrentará um dos maiores desafios: administrar uma altitude de 3.640 metros, na cidade de La Paz. Essa condição exigiu uma preparação física e nutricional diferenciadas. Com o intuito de dar mais conforto aos atletas para o jogo, a nutricionista do clube, Camila Mazetto, preparou mudanças na rotina dos atletas, contando com o apoio de profissionais de outros clubes, experientes em competições internacionais.

"Além da necessidade no aumento da hidratação, os atletas também perdem o apetite. A gente tem que trabalhar caso a caso. Tem que acompanhar bem de perto todos eles para que não falte nada em relação a energia. Com toda essa mudança corporal, acaba se gastando mais energia, cerca de 400 a 600 calorias a mais”, explica Camila.

A dificuldade na digestão é outro fator que pode influenciar na altitude, o que exigiu adaptações na preparação do cardápio.

“Tem que ter muito cuidado com alimentos que não são tão digestos. Por exemplo, feijão, brócolis, couve. Também alimentos com muito teor de fibra. Então essa é uma questão que precisamos ter muito cuidado, porque a gente não pode deixar de nutrir o atleta, mas a gente tem que nutrir com o que for de melhor", contou ao podcast Elas no Esporte.

Rotina na Bolívia

A equipe aterrissou na cidade de Santa Cruz de la Sierra na noite desta segunda (3) e começou a colocar em prática os cuidados especiais na alimentação. De acordo com a Camila, a primeira refeição pode ser mais liberal, uma vez que os efeitos da altitude só são sentidos depois de 120 minutos.

Após o período, a equipe já vai estar em La Paz, e todo cardápio terá alterações. Por exemplo, legumes como cenoura, beterraba e vagem só podem ser cozidos. Em contraponto, a nutricionista libera receitas tradicionais do país para os atletas conhecerem.

Camila Mazetto
Legenda: Camila Mazetto fala sobre preparação física do Ceará e adaptações no cardápio dos atletas
Foto: Mauro Jeferson/Divulgação/Ceará

“Em alguns momentos a gente também experimenta a culinária deles. Na Argentina, por exemplo, teve as famosas empanadas. Na Bolívia tem alguns tipos de doces que a gente pode colocar na sobremesa, tipo canelone. Em alguns momentos dá pra gente servir, mas não vai ser no dia do jogo.”

Relação com os jogadores

Com as mudanças, alguns atletas poderiam apresentar resistência, mas Camila garante que não foi o caso. Segundo a nutricionista, todos os atletas são comprometidos com a alimentação e levam os cuidados a sério.

“Muitos deles já tiveram nessa condição de altitude e já sabem da dificuldade. Eles mesmo já partem para fazer coisas que já deram certo antes, mas, principalmente para ouvir o que a gente tem a dizer. Eu já vou começar a preparar eles com as mudanças, explicar que não vai ter feijão e outros alimentos que eles estão acostumados. Porque eu trabalho sempre com muita transparência", comentou.

Agora aquela perguntinha não poderia faltar: "Quem come mais?". Camila Mazetto riu e não entregou ninguém.

Poupados

Gabriel Dias, Richard, Messias, Luiz Otávio, Lima, Vina, Felipe Vizeu, Pedro Naressi, Saulo e Mendoza serão poupados para este confronto contra o Bolívar.

O desgaste físico deve ter sido decisivo, já que além desta partida na próxima quarta (05), o Ceará encara no sábado (08), a final da Copa do Nordeste, em jogo está a disputa do tricampeonato (invicto) para o Ceará.

Compromissos

O Ceará joga pela Sul-Americana na quarta-feira (5) contra o Bolívar no estádio Hernando Siles às 19h15. O segundo jogo das finais contra o Bahia será no próximo sábado (8), na Arena Castelão, às 16h.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte