Pilotos encaram chuva no RN 1500

Campeão George Ximenes fala sobre dificuldades da prova, que dura quatro dias e tem quase 900km

Legenda: George Ximenes alerta para as trilhas dificultosas com as chuvas
Foto: Marcelo Machado de Melo

As trilhas do Rio Grande do Norte estão movimentadas nesta semana. Até o domingo (7), ocorre a etapa de abertura do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country. O RN 1500 é quase um "mini Sertões" e conta com uma grande variação de terrenos. Tradicionalmente, é a prova nordestina que apresenta aos competidores nacionais as belezas de um Estado pouco desbravadas, além das suas belas praias.

O Ceará tem sempre uma expressiva participação na competição e é dono do atual título na categoria quadriciclos, com George Ximenes tendo vencido em 2018 e conquistado no RN seu primeiro título nacional. Seu tio, Riamburgo é bicampeão geral do evento, e este ano faz sua despedida da categoria UTV competindo ao lado do seu navegador, o potiguar Flávio França. A partir da próxima etapa, ele deve voltar ao grid dos carros.

O Sertão e o Seridó são bem seletivos quando o assunto é terreno, em especial neste ano, com muita chuva e perigos ainda mais iminentes para quem acelera com pé embaixo e tem como meta ser o mais rápido, não importando o tipo de terreno a se encarar.

Mescla de terrenos

Devido às precipitações, a prova promete ser bem complexa para os competidores. Com uma mescla de terrenos, passando pelas dunas de São Miguel do Gostoso e depois encarando as trilhas e terrenos acidentados de Açu e Currais Novos, que prometem terra encharcada e escorregadia, com valas e erosões, a prova tem tudo para ter alta dificuldade.

"Para os quadris é infernal. Devido às chuvas, há pontos onde o piso pode variar de encharcado a liso e escorregadio. O quadriciclo é um veículo pesado, que cola no corpo, e aí, haja força e saber por onde passar e como passar", disse George Ximenes.

São quatro dias de competição com cerca de 877km, com 554,64 km de especiais (trechos cronometrados).

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?

Assuntos Relacionados