Guto Ferreira deixa comando técnico do Ceará

Clube anunciou desligamento do treinador na noite deste domingo (30)

Técnico Guto Ferreira deixa o comando do Ceará
Legenda: O agora ex-treinador ficou no clube durante um ano e cinco meses de trabalho e realizou 94 jogos sendo 41 vitórias, 30 empates e 23 derrotas
Foto: Thiago Gadelha

Guto Ferreira não é mais técnico do Ceará. A informação foi divulgada pelo clube na noite deste domingo (29) e aconteceu depois da derrota do Alvinegro por 2 a 0 para o América/MG, em Belo Horizonte, pelo Brasileirão.

O agora ex-treinador ficou no clube durante um ano e cinco meses de trabalho e realizou 94 jogos sendo 41 vitórias, 30 empates e 23 derrotas.

Guto Ferreira conquistou uma Copa do Nordeste de forma invicta em 2020, além de levar o Ceará às quartas de final da Copa do Brasil também no ano passado e a classificação para a Sul-Americana via Campeonato Brasileiro.

Por meio de nota, a diretoria executiva do time agradeceu o trabalho realizado por ele e toda comissão técnica. "Os dirigentes do Alvinegro seguem trabalhando para que o nome do novo treinador seja anunciado o mais breve possível", acrescentou.

Turbulência

Em março deste ano, quando completou um ano desde que foi anunciado, Guto Ferreira vivia um momento distinto. Estava em alta e com moral elevada pelos bons resultados conquistados naquela altura.

Meses depois, enfrentou uma turbulência no cargo, com críticas de torcedores pelas perdas de títulos (Copa do Nordeste e Campeonato Cearense) e eliminações (Copa Sul-Americana e Copa do Brasil).

Além disso, houve grande questionamento ao modelo de jogo do Ceará, sempre reativo e com dificuldades de ser mais propositivo em determinadas situações.

Muitos torcedores acreditavam que, pelo tempo que tinha no cargo, o treinador deveria extrair mais da equipe no aspecto ofensivo.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte