Estratégia de combustível define vencedores do 2º dia de Jalapão

Prova, marcada por terreno pesado, exigiu muito dos pilotos, que tiraram mais ainda dos UTVs. Cearense Riamburgo Ximenes terminou no 4º lugar

O 2º dia de Rally do Jalapão/Sertões Series foi dentro do esperado. Apresentou terreno pesado e competitividade em alta rotação. Pilotos e navegadores não pouparam equipamentos e isso elevou ainda mais a disputa. Todos entendem o quão importante é não apenas vencer a prova, mas como ela é a melhor pré-prova para quem sonha vencer o Sertões.

Por quê? Este é um ano de mudanças fortes para o Sertões e o Deserto do Jalapão estará no roteiro da maior prova das Américas em 2019.

Muita areia, estradinhas que parecem "pegadinhas", terreno pesado e mais um dia de troca de posições nos UTVs. Reinaldo Varela e Gustavo Gulgelmim venceram a de sábado após uma bela disputa com Riamburgo Ximenes e Flavio França.

Em uma estratégia na qual o combustível é definido para deixar o carro mais leve, o consumo foi além do calculado e Riamburgo tirou o pé na reta final. Mas ainda fechou o dia em 4º na categoria e 5º na geral.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?

Assuntos Relacionados