Com público recorde, Ceará vence Bahia e conquista título inédito da Copa do Nordeste

Dupla de zaga resolve, Vovô bate o Tricolor por 2 a 1 e sela a taça histórica com campanha invicta em Castelão lotado por 63.903 torcedores - o maior público do país em 2015 e da Arena

 

O sofrimento dos anos anteriores e a espera pela conquista inédita foram recompensadas sem sufoco. O adversário chegou a assustar, mas a noite era alvinegra, com direito a público recorde e gol no início da decisão para ampliar a vantagem - e tranquilizar. Empurrado pela torcida, que lotou o Castelão, o Ceará venceu o Bahia por 2 a 1, nesta quarta-feira (29), e selou a conquista do título da Copa do Nordeste.

Empolgados pela chance da conquista - sobretudo após o triunfo por 1 a 0 no jogo de ida, na Fonte Nova, em Salvador - os alvinegros esgotaram os ingressos de forma acelarada na venda antecipada e entupiram a Arena, atingindo o maior público após a reforma para a Copa do Mundo: 63.399 pagantes, superando os 63.254 presentes em Fortaleza 1 x 1 Macaé, pela Série C do ano passado - é também o maior público do Brasil em 2015.

Confira imagens da vitória do Ceará sobre o Bahia pela Copa do Nordeste

Após ver o Tricolor criar duas boas chances de sair na frente, o Ceará abriu o placar com gol do zagueiro Charles e administrou o resultado - e a vantagem - no restante dos primeiros 45 minutos. No início da segunda etapa, ampliou com o outro zagueiro, Gilvan, e decretou o resultado e o título, apesar de ter sobrado tempo para Maxi marcar o gol de honra.

> Torcedores movimentam redes sociais em dia de grande final; confira fotos e posts

Embalado pela conquista invicta e inédita, que era perseguida de perto desde 2013, o Vovô já tem nova decisão no próximo domingo (3): encara o Fortaleza, às 16h, no mesmo Castelão, pela final do Campeonato Cearense, em busca do pentacampeonato. No primeiro jogo, o Alvinegro perdeu por 2 a 1 e terá que ganhar para ficar com a taça.

Confira imagens da vitória do Ceará sobre o Bahia pela Copa do Nordeste

O Bahia, por sua vez, tentará se recuperar do revés com o título do Estadual. O time de Sérgio Soares, que amargou o vice do Nordestão pelo segundo ano consecutivo, enfrenta o Vitória da Conquista, também no domingo, na Fonte Nova, pela decisão do Campeonato Baiano, com a necessidade de vencer após a derrota por 3 a 0 na primeira partida.

O jogo

A partida começou com um pequeno atraso após o Bahia sofrer dificuldades para chegar ao Castelão, o que ocorreu por volta das 21h. Apesar disso, o Tricolor entrou em ritmo acelarado e partiu para cima: criou boas chances com Rômulo e Souza com menos de dez minutos de jogo. Ainda houve outra oportunidade de sair na frente com chute perigoso de Kieza. Entre esses lances, Magno Alves obrigou Jean a fazer defesa em dois tempos após arremate de primeira.

Aos 15, entretanto, o Ceará jogou um balde de água fria no ímpeto baiano: Charles subiu bem em cobrança de escanteio de Ricardinho e cabeceou firme para balançar as redes. No restante da primeira etapa, os visitantes tiveram mais posse de bola, mas não conseguiram furar o bloqueio alvinegro. O time de Silas, por sua vez, ficou mais retraído e não teve sucesso nos contra-ataques.

Na etapa final da decisão do Nordestão, foi a vez do Ceará ditar o ritmo. Aos três minutos, Ricardinho recebeu livre na ponta direita e carimbou a trave tricolor. Três minutos depois, o camisa 8 acertou o pé: cruzou na medida para Gilvan subir livre e marcar o segundo gol do Vovô.

Em busca da virada, Sérgio Soares mexeu na equipe e se lançou ao ataque, mas a estratégia não teve êxito, apesar da maior posse de bola. Em contragolpes, os donos da casa até tiveram chances de ampliar, mas, aos 38, Marcos Aurélio desperdiçou e, aos 41, Jean fez bela defesa em cabeçada forte de Magno Alves. E o Bahia conseguiu diminuir: após vacilo do goleiro Luís Carlos, que perdeu bola dominada na área, Maxi fez gol de cobertura. Depois, só houve tempo para o apito final do árbitro e muita comemoração alvinegra no gramado do Castelão. 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte