Ceni reclama de árbitro em pênalti contra o Fortaleza: "Desejo dele se tornou realidade"

Técnico criticou a atuação de Igor Junio Benevenuto (MG) no empate com o Grêmio neste domingo (13)

Legenda: Rogério Ceni gostou da atuação do Fortaleza em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul
Foto: arquivo / SVM

O técnico Rogério Ceni reclamou da atuação do árbitro Igor Junio Benevenuto (MG) após Grêmio x Fortaleza neste domingo (13). Para o comandante tricolor, o lance do pênalti que resultou em gol de empate do Diego Souza no 1 a 1 não deveria ser marcado.

"Na minha opinião, o juiz vinha mostrando muito entusiasmo em conseguir um lance desse tipo no jogo e perdemos uma bola que era nossa. O Quintero foi para a disputa de bola, na minha opinião não houve pênalti, houve um braço encostado no jogador do Grêmio, mas que não força para ele cair. Foi tão rápido, com tanta vontade e sem querer nem olhar no VAR, que a gente vê que o desejo dele se tornou realidade com algo que demos oportunidade", explicou.

Ouça o FortalezaCast

Powered by RedCircle

Mesmo sem o resultado positivo, Ceni gostou da postura tricolor. Em novo duelo fora, o Leão suportou bem a pressão e evoluiu no sistema defensivo. 

"O time correu e competiu como sempre faz com os adversários fora de casa. Ele compete em todo lugar. Tem dificuldades em casa, mas também dificulta a vida dos outros time fora de casa. Uma pena o pênalti que nós estávamos relativamente bem no jogo, comecinho, juiz tava com entusiasmo e apareceu a oportunidade. Marcou a penalidade", afirmou.

O resultado deixa o Leão com 12 pontos, ocupando a 9ª posição. O próximo compromisso é contra o Internacional, sábado (19), às 19h, na Arena Castelão.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte