Cearense Vittoria Lopes é 4ª em evento-teste do triatlo para Olimpíadas de 2020

No Pan, a atleta já havia garantido um ouro e uma prata em Lima, no Peru

Legenda: Vittoria Lopes foi a brasileira melhor colocada na competição teste para as Olimpíadas de 2020
Foto: Foto: Vittoria Lopes

A cearense Vittoria Lopes conseguiu um grande resultado nesta quinta-feira (15), em evento-teste dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Enfrentando os melhores do mundo na modalidade e temperaturas que chegaram próximas de 32ºC, a atleta acabou a prova em 4ª, com tempo de 1 hora, 40 minutos e 19 segundos. O pódio ficou com  Duffy Flora, de Bermudas, seguida da italiana Alice Betto e da britânica Vickey Holland, com 1h41min11. 

A União Internacional de Triatlo (ITU) chegou a reduzir parte da corrida de 10 km para 5 km alegando "níveis extremos" para os competidores. Mesmo com a prova iniciando às 7h30 (horário local), a entidade registrou 30,3ºC na água, temperatura considerada elevada para a prática da natação no mar.

"Houve um consenso total de todas as partes para a decisão dos médicos, delegados e delegados técnicos da ITU para encurtar a distância percorrida para 5km, considerando a saúde dos atletas", disse a ITU em um comunicado.

O comitê da Olimpíada de Tóquio 2020 vai rever as condições da prova, uma vez que a previsão de temperatura no verão japonês é de 36º - os Jogos começam dia 24 de julho do próximo ano. Outro dado curioso da competição é que as britânicas Jessica Learmonth e Georgia Taylor Brown cruzaram a linha de chegada de mãos dadas e foram desqualificadas sob a alegação de que nenhum esforço para separar seus tempos de chegada foi realizado. 

Desempenho no Pan

Revelação no triatlo brasileiro, Vittoria Lopes participou do Pan pela primeira vez em 2019 e conquistou a prata na prova individual. Aos 23 anos, a atleta também foi selecionada pela seleção brasileira para a disputa do revezamento misto e ajudou o Brasil a garantir ouro na modalidade.

Filha da atleta renomada Hedla Lopes, que participou 22 vezes do Ironman, Vittoria havia sido vice-campeã do Mundial Militar de Triatlo, disputado na Suécia em 2018. A atleta é prima do nadador Luiz Altamir, que representa o Ceará e conquistou duas medalhas nos Jogos Pan-Americanos: ouro no revezamento 4x200m livre e bronze no 400m livre.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte