Ceará perde para o Grêmio na final e fica com o vice-campeonato no Brasileirão de Aspirantes

Campeão em 2020, Alvinegro fez boa campanha novamente e fica com a 2ª colocação

Legenda: Alvinegro foi derrotado pelo Grêmio na decisão
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O sonho do bicampeonato inédito no Campeonato Brasileiro de Aspirantes ficou no quase para o Ceará. Na tarde desta quarta-feira (27), em duelo realizado na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, o Alvinegro foi goleado pelo Grêmio, por 4 a 1, e acabou o torneio com o vice-campeonato.

O Vovô jogava pelo empate, já que no jogo de ida, disputado semana passada, na capital cearense, havia vencido por 2 a 1. Entretanto, o resultado deixou o Tricolor Gaúcho em vantagem de 5 a 3 no placar agregado.

Apesar da derrota na final, o Alvinegro deixa a competição com bom desempenho, chegando novamente na disputa do título e mostrando que possui bons valores que podem ser aproveitados no time principal, como o goleiro André Luiz, o zagueiro Alan Uchôa, o meia Marco Antônio e o atacante Léo Rafael.

O JOGO

Legenda: Grêmio impôs pressão e abriu o placar cedo
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Para a partida, o técnico Daniel Azambuja relacionou quatro atletas que atuam pelo elenco profissional do Ceará: o zagueiro Klaus, os volantes Oliveira e Pedro Naressi e o atacante Jacaré (que iniciou no banco). A intenção era de mesclar experiência com juventude, ao lado dos jovens talentos já citados.

Porém, em campo, o Ceará teve dificuldades e não conseguiu se impor. O Grêmio estabeleceu forte ritmo de jogo e construiu o placar ainda no primeiro tempo.

A partida foi movimentada desde o apito inicial, literalmente. Com um minuto de jogo, Bitello abriu o placar para o time da casa. Aos 5, Hélio Borges empatou e deixou tudo igual.

A vantagem garatiria mais tranquilidade ao Alvinegro, mas não se manteve por muito tempo. Aos 13 minutos, Jhonata Varela fez o 2 a 1. O Grêmio insistiu e marcou ainda duas vezes antes do intervalo, com Elias Alves, aos 32, e Pedro Lucas, aos 42.

Na etapa final, o Ceará controlou mais a posse de bola e tentou pressionar o adversário. Porém, não conseguiu converter o maior volume de jogo em gols e acabou sendo derrotado.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte