Empresa desiste de vender armas em exposição na sede da Secretaria de Administração Penitenciária

Em uma postagem sobre o evento, a empresa disse que os armamentos seriam vendidos para agentes de segurança. Após a polêmica, modificou a publicação e negou a comercialização de armas na exposição