Mandante pediu que execuções seguissem modelo 'Estado Islâmico'

Interceptação telefônica revela que detento, chefe de um grupo criminoso no bairro Vila Velha, ordenou morte de mulheres supostamente ligadas à organização rival. Vítimas tiveram membros decepados e foram decapitadas