Gilmar Mendes vota contra execução da pena de condenados em 2ª instância

Gilmar já havia votado duas vezes a favor da prisão em segunda instância, e dedicou parte de seu voto hoje a explicar por que razões "evoluiu"