Após 1ª morte, Brasil prevê 20 semanas de "estresse" com coronavírus

Ministro da Saúde diz que abril, maio e junho serão um período de "muito estresse". Especialistas esperam aumento no total de mortes no mundo