Quiosque em homenagem a Moïse é inaugurado no Parque Madureira no RJ

Congolês foi espancado até a morte em janeiro deste ano

Quiosque em homenagem a Moïse Kabagambe no Parque Madureira, no Rio de Janeiro
Legenda: Espaço tem 154m² de área total e capacidade para 60 lugares
Foto: Beth Santos/Prefeitura do Rio de Janeiro

Um quiosque em homenagem a Moïse Kabagambecongolês espancado até a morte em janeiro deste ano, foi inaugurado no Parque Madureira, no Rio de Janeiro, na tarde desta quinta-feira (30).

O espaço, entregue pela prefeitura do Rio e a Orla Rio, tem 154m² de área total e capacidade para 60 lugares. O quiosque vai abrigar um memorial para celebrar a cultura africana e funcionará de terça a domingo. As informações são do portal g1.

"Nada do que a gente vai fazer vai trazer o Moïse de volta, mas a gente acredita que esse espaço vai servir para relembrar a memória do Moïse e para marcar esse acontecimento para que nunca mais aconteça", disse Joana Lopes, representante da Acnur, agência da ONU para refugiados.

Relembre o caso

No dia 24 de janeiro deste ano, o congolês Moïse Kabagambe foi espancado até a morte na orla da Barra da Tijuca. Ele foi assassinado durante um desentendimento no quiosque Tropicália, onde havia trabalhado.

Três homens foram presos e são réus pelo crime. O corpo dele achado amarrado em uma escada.

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil