Menino indígena é a primeira criança vacinada no Brasil

Davi Seremramiwe Xavante (8), da etnia Xavante, recebeu a primeira dose do imunizante da Pfizer em cerimônia na cidade de São Paulo

Criança indígena brasileira sendo vacinada contra a Covid-19
Legenda: Davi Seremramiwe Xavante (8), da etnia Xavante, recebeu a primeira dose do imunizante da Pfizer na cidade de São Paulo
Foto: Nelson Almeida/AFP

No início da tarde desta sexta-feira (14), foi vacinada a primeira criança brasileira contra o coronavírus. Davi Seremramiwe Xavante (8), da etnia Xavante, recebeu a dose do imunizante da Pfizer na cidade de São Paulo. A cerimônia foi transmitida nas redes sociais do Governo de São Paulo. 

“Davi simboliza o início de uma nova etapa no enfrentamento à COVID-19 e, assim como ele, outras 4,3 milhões de crianças de 5 a 11 anos também estarão protegidas contra o coronavírus no estado”, destacou o Governo de São Paulo. O pequeno indígena faz tratamento para uma doença genética no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP) .

De acordo com o governo paulista, foram mais de 230 mil cadastros feitos para o recebimento do imunizante após a abertura de inscrições para o público infantil. A intenção é vacinar cerca de 250 mil crianças por dia, durante as primeiras três semanas da campanha, a partir da próxima segunda-feira (17).

O governador João Doria (PSDB-SP) classificou o momento como ‘dia histórico’. Em uma publicação no Twitter, disse estar emocionado “em ver nossas crianças sendo vacinadas. Alívio para pais e mães, que aguardavam ansiosamente pela imunização e proteção de seus filhos”.  

A campanha vai dar prioridade às crianças com comorbidades, deficiências, indígenas e quilombolas. 

Mortes de crianças no Brasil

Segundo dados do Portal da Transparência do Registro Civil, ao menos 324 crianças morreram por Covid-19 no Brasil durante a pandemia, sendo 65 de até cinco anos. São Paulo (74), Bahia (30) e Ceará (22) são os estados onde têm a maior letalidade para o público infantil.

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil